segunda-feira, 3 de maio de 2010

O Bicho de sete cabeças!

Era uma vez um bicho enorme, com sete cabeças, mas apesar de ter tantas cabeças, não era lá muito inteligente!
Parecia que estava sempre noutro mundo, o mundo da lua...
Numa aula de Matemática, a professora fez uma conta tão fácil, tão fácil, que até custa a acreditar, mas o bicho de sete cabeças, perguntou a cada uma das suas cabeças e...nada! Esteve meia hora a tentar descobrir o resultado de 2+2!
E até agora não descobriu que o resultado é 4! Continua a dizer:"é 20, não é professora?"
-Claro, que não é!-diz a professora pacientemente...
Tocou para a saída e o nosso bicho ainda a pensar na resposta! Ficou à toa...até agora.
Nelson, 6ºJ

O Bicho-Careta!



Sou o Rodrigo e vou apresentar uma reportagem sobre o Bicho-Careta...Nunca ouviram falar? Não admira! Trata-se de uma espécie muito rara, que gosta muito de assustar! É um bicho muito peludo e com uma cara muito feia! Um dia, encontrei um, que me pregou um valente susto! Tentei persegui-lo com os meus amigos, mas em vão, pois ele corre muito rápido...Também é muito pequeno e costuma viver em ninhos, mas não nas árvores...Faz os ninhos nos arbustos, aqueles bem grandes, devido à existência de bagas suculentas e bem vermelhas, pois este bicho é muito preguiçoso e, por isso, não gosta de se deslocar para ir buscar comida! Ora, nesse caso, viver nos arbustos, perto das bagas dá jeito!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Bichos imaginários!

A partir de um modelo, o 6ºK criou alguns textos bem interessantes...Ora reparem:

" O Xitopardo é um animal extremamente raro.
Ele vive em África, o seu nome é xitopardo, pois, é metade chita e metade leopardo. É um animal extremamente rápido e forte.
Ele apanha as suas presas, sem elas se aperceberem.
Durante o dia, caça e à noite, além de dormir, alimenta as suas crias."
Paulo Tavares


"Era uma vez um bicho chamado careta, que era vermelho, branco e castanho.
Quando acordava, começava logo a fazer caretas.
Um dia, quando fez uma terrível careta, eu fingi que desmaiei e ele ficou preocupado.
Como era a fingir, retribui-lhe a careta, o que o assustou muito! Correu, correu, correu...até que desapareceu!
Nunca mais o vi! Será que alguém viu, o meu bicho careta? Se o encontrarem, não se assustem, porque ele é meiguinho...Apenas gosta de pregar partidas e de assustar as pessoas!"
Abdul


"O piolho encardido é um bicho muito esquisito! É peludo e preto, com umas pernas muito pequeninas!
De noite, os olhos dele ficam iluminados! E sabem qual é a sua mania? Gosta de ir a casa das pessoas beber chá, mas as pessoas nem se interessam, porque é um bicho muito engraçado...Divertem-se a comentar:
-Vem aí o piolho encardido!
E pronto...toca a preparar o chá!"

Melissa

" O bicho-careta é um animal muito grande, que vive na floresta...Tanto aparece de dia, como de noite!
As pessoas, se o avistam, começam-se a rir, porque ele faz logo umas grandes caretas!
De noite, ele caça e de dia vai dormir nas cavernas, escondidinhas entre as árvores. Acreditam que, às vezes, até vai ao circo animar as pessoas? Pode ser que o vejam por lá, um dia destes!"


Pedro Tavares

"O meu bicho chama-se Hansboi e vive na América.
Gosta de passar o tempo a dormir...Só à noite é que vai passar e caçar as suas presas.
É muito raro, por isso encontramos poucos...Costuma acasalar-se uma vez por ano e a fêmea só tem uma cria de cada vez, por isso cada vez há menos animais desta espécie."


Sana


"O lesmarão anda sempre de dia, anda como quem diz, pois é muito, muito lento...quase que nem se mexe!
Ocupam-se a tratar das suas águas, porque os humanos andam sempre a sujar as suas latas.
Comem restos de comida, que adoram.
É um animal muito querido, mas tem uma língua muito grande, para apanhar lixo, antes de tocar no chão! Assim, é muito útil para o sistema económico."

João Joaquim

domingo, 25 de abril de 2010

O Génio da Lâmpada II

Abdul era um rapazito muito inteligente, por isso, quando lhe deram uma lâmpada de prenda de aniversário, não gostou muito! Pensou que estavam a brincar com ele, pois não via qualquer serventia na lâmpada!
Sem saber o que fazer com ela, mexeu e remexeu e...subitamente saiu de lá de dentro uma figura muito estranha...um Génio!
-Olá, eu sou o Génio da lâmpada e estou aqui para te conceder três desejos...
O rapazito disse:
-Assim já gosto do presente! Quero uma mota, uma vivenda e muitas bolas de futebol!
Tudo aconteceu, conforme pediu, mas o pior estava para acontecer! O Génio libertou-se e ele ficou no seu lugar, aprisionado dentro da lâmpada, tornando-se num génio malvado!
Texto do Abdul, 6ºK

O Génio da Lâmpada I

Num dia muito feliz, o dia dos meus anos, estava a minha família toda reunida. Recebi muitos presentes, mas o meu tio deu-me uma lâmpada muito esquisita!
"Que presente mais estranho!"-pensei eu, mas pensei numa lenda que se contava sobre a lâmpada, que dizia que quem a esfregasse, tinha direito a um génio, que concedia desejos...
Seria possível? Esperei até todos irem embora e ardia de curiosidade, para descobrir se a lâmpada, que o meu tio me oferecera era essa lâmpada mágica de que falava a lenda.
Mal esfreguei um bocadinho, saiu de lá de dentro um magnífico génio, que exclamou:
- Os teus desejos são ordens!
Aproveitei logo para pedir boas notas, uma PSP e...por que não algum dinheiro? Claro, se podia ter uma vida melhor com a minha família, só tinha de aproveitar!
O génio realizou os meus desejos em três tempos e...Vitória, vitória...acabou-se a história!
Texto do Virginaldo, 6ºK

terça-feira, 6 de abril de 2010

Tenho Pressa de Crescer!

Provérbios 10

Provérbios 9

Provérbios 8

Provérbios 7

Provérbios 6

Provérbios!

Provérbios 5

Provérbios 4

Provérbios 3

Provérbios 2

Provérbios

segunda-feira, 22 de março de 2010

Primavera!

Primavera é muito
Real e
Inesquecível, é
Maravilhosa e faz sentir as pessoas atenciosas
Vera adora a Primavera
Ela fica feliz
Realmente
A Primavera é inesquecível!

João Joaquim, 6ºK

Primavera!

PRIMAVERA, ESTAÇÃO ESPECIAL!
RIR, BRINCAR E NAMORAR...
INVENTAR, IMAGINAR!
MEIO-DIA E O SOL JÁ BRILHA NO CÉU!
ARVORES, PLANTAS E PÁSSAROS...
VOANDO E VIAJANDO...
ENTRA A PRIMAVERA E SAI O INVERNO!
RAIVA, NÃO EXISTE NA PRIMAVERA...
ALEGRIA, REINA NESTA ESTAÇÃO!
Virginaldo, 6ºk

sábado, 20 de fevereiro de 2010

"Era uma vez uma história que se sentia muito só na vida. Não tinha ninguém com quem conversar, não conhecia nem príncipes nem princesas, nunca tinha ido passear pela floresta, não sabia nada de mágicas nem de maravilhas, e, por muito que custe a acreditar, nunca tinha viajado de foguetão ou de sonho."
Essa história nunca tinha conhecido ninguém, sentia-se muito só.
Um dia, um senhor chamado Domilias foi dar um passeio e encontrou uma casa abandonada, que por acaso é onde vive a nossa história.
O senhor Domilias entrou na casa e perguntou:
-Quem vive, nesta casa?
E a nossa história respondeu:
-Ninguém! Já não mora aqui ninguém! Os meus donos abandonaram-me aqui!
Domilias murmurou:
-Quem falou?
-Sou eu, uma história, que já não vê pessoas há muito tempo e gostaria de voltar a ver pessoas...
Então, Domilias afirmou:
-Vou levar-te para uma biblioteca, onde muitas pessoas irão ler-te. assim, não ficarás mais sozinha.
Sana, 6ºK

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Completar Poemas!

-Ó Geraldo,
Queres um caldo?
-Não senhor, que me escaldo.
-Ó Geraldo,
Queres migas?
-Não senhor, que têm formigas.

-Ó Geraldo,
Queres ir a São Tomé?
-Não senhor,
Cheira muito a café. ( João Correia)

-Ó Geraldo,
Queres ir à praia?
-Não senhor,
Que está lá a raia. (Sana)

-Ó Geraldo,
Queres namorar comigo?
-Não senhor,
Que é um perigo. (Sana)

-Ó Geraldo,
Queres um balão?
-Não senhor,
Prefiro um cão. (Pedro Tavares)

-Ó Geraldo,
Queres ir à rua?
-Não senhor,
Que estou na lua! (Pedro Tavares)

-Ó Geraldo,
Queres ir beber café?
-Não senhor,
Vou para São Tomé. (Luís Ferrão)

-Ó Luís Ferrão,
Corres como um foguetão?
-Não senhor,
Que não sou nenhum Pavão! (Virginaldo)

-Ó João,
Tu dás um grande trabalhão?
-Não senhor,
Que sou espertalhão! (Virginaldo)

- Ó Geraldo
És do contra?
-Não senhor,
Estou sempre na "descontra"! (Anilton)

-Ó Geraldo
Queres dançar?
-Não senhor,
Prefiro olhar! (Anilton)

-Ó Geraldo,
Vai estudar.
-Não senhor,
prefiro jogar. (Anilton)

-Ó Geraldo
Tens amor?
-Não senhor,
Que fico com dor. (Anilton)

-Ó Geraldo,
Tens crista?
-Não senhor,
Fui à pista! (Anilton)

-Ó Geraldo,
Queres jogar à bola?
-Não senhor,
Que vou para Angola. (Anilton)

-Ó Geraldo,
Queres ir a França?
-Não senhor,
Lá não se dança! (Anilton)

-Ó Geraldo,
Queres ir à pesca?
-Não senhor,
Vou a uma festa! (Anilton)

-Eu achei um brinco,
A Daniela disse:
-Eu amo o Sá Pinto! (Abdul)

-Eu fiz magia,
O Abdul ficou com azia! (Abdul)

-Ó Pedro,
Queres um balão?
- Não senhor,
Vou num foguetão! (Paulo Tavares)

-Ó Geraldo,
Queres o caldo?
Não senhor,
Tenho que ir ter com o Arnaldo!(João Joaquim)

-Ó Geraldo,
queres um cão?
-Não tenho espaço,
No meu casarão! João Joaquim)

-Ó Geraldo,
Queres Migas?
-Não senhor,
Vou ter com as amigas! (João Joaquim)

-Dom Quixote,
Queres um coelho?
-Não senhor,
Que estou a fugir do governo. (Luís Soares)

-Ó Luís Ferrão
Queres ir a Lisboa?
-Não senhor,
Tem lá moças boas. (Luís Soares)

-Tu és macaco...
-Não senhor,
Prefiro ser um gato! (Luís Soares)

-Ó Geraldo,
Queres ir ao salão?
-Não senhor,
Prefiro comer salmão! (Melissa)

-Ó Geraldo,
És amigo do cão?
-Não senhor,
Sou amigo do João. (Rodrigo)

-Ó Geraldo,
Gostas de café?
-Não senhor,
Sabe uma "beca a rapé! (Rodrigo)

-Ó Geraldo,
Queres uma toranja?
-Não senhor,
Prefiro a laranja! ( Pedro Tavares)

-Ó Pedro,
Queres tomar banho?
-Não senhor,
Que é estranho! (Paulo Tavares)

-Ó Palhaço
Queres o Pato?
-Não senhor,
prefiro o rato.
-Ai é?
Então toma lá um gato. Abdul)

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Completar Poemas!

-Ó Geraldo
queres um caldo?
-Não senhor,
que me escaldo!

-Ó Geraldo
queres migas?
-Não senhor,
que têm formigas. (Alice Vieira)

-Ó Geraldo
queres brincar?
-Não senhor,
Vou cantar! (Isabel)

-Ó Geraldo
queres uma perdiz?
-Não senhor,
Vou beber água no chafariz! (Nelson)

-Ó Geraldo
conheces o Semedo?
-Não senhor,
mas mete medo!(Amilton)

-Ó Geraldo
queres pão?
-Não senhor,
Fui à rua e perdi o cão! (Nelson)

-Ó Geraldo
queres dançar?
-Não senhor,
Vamos cantar! (Nelson)

-Ó Geraldo
queres ir à praia?
-Não senhor,
Tenho medo da Raia! (Isabel)

-Ó Geraldo
queres ir à maré?
-Não senhor,
está lá um chimpanzé! (Nelson)

-Ó Geraldo
queres comer,
-Não senhor,
tenho que ir correr! (Luís)

-Ó Geraldo
Vamos à igreja?
-Não senhor,
está uma senhora que me beija! (Nuno)

-Ó Geraldo
queres ir às compras?
-Não senhor,
Vou ver as montras! (Ana)

-Ó Geraldo
que estás a fazer?
-Estou a contar uma história,
que vais esquecer! (Niko)

-Ó Geraldo
queres pudim?
-Não senhor,
Vou ajudar o meu amigo Joaquim! (Isabel)

-Ó Geraldo
queres um elefante?
-Não senhor,
que ele é gigante! (Ana)

-Ó Geraldo
queres uma ovelha?
-Não senhor,
que me come uma orelha! (Nuno)

-Ó Geraldo
queres pimento?
-Não senhor,
Que tenho cara de cimento! (Nelson)

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

"A Casa e o seu dono!"

Essa casa é de caco,
Quem mora nela é o taco.
Essa casa é tão bonita,
quem mora nela é a formiguita.
Essa casa é de cimento...
Quem mora nela é o José Sarmento!
Essa casa é de telha,
Quem mora nela é a ovelha!
Essa casa é de lata...
Quem mora nela é a lagarta!
Essa casa é elegante...
Quem mora nela é o Senhor Gigante.
E descobri de repente
Que não falei em casa de Serpente!
6ºJ(adaptado de:"A Casa e o seu dono" de José Elias)

Uma Casa Muito Estranha!

Essa casa é de caco,
Quem mora nela é o farrapo!
Essa casa é tão bonita,
Quem mora nela é a batata frita...
Essa casa é de cimento...
Quem mora nela é um monumento!
Essa casa é de telha,
Quem mora nela, não tem orelha!
Essa casa é de lata...
Quem mora nela é a batata!
Essa casa é elegante...
Quem mora nela é extravagante!
E descobri de repente
Que não falei em casa de gente!

6ºJ(adaptado de:"A casa e o seu dono" de José Elias)

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Ser amigo é...

Ser amigo é não deixar o outro "levar porrada"-Nuno
Um amigo é aquele que nos ajuda nos bons e maus momentos-Pedro
Ser amigo é respeitar-Tiago
Um amigo é um irmão-Alexandre
Ser amigo é ajudar os outros, divertir-se, dar conselhos e saber ouvir. Mesmo não concordando com ele, devemos dar-lhe apoio-Isabel
Ser amigo é não deixar os outros sozinhos-Nelson
Ser amigo é ajudarmo-nos uns aos outros, quando é preciso.
É preciso saber dar conselhos-Amilton
Ser amigo é ajudar, respeitar, mesmo quando temos opinião diferente
É poder ter confiança nos outros-Ana
Amigo é ser bom e não ser ganancioso- Luís
Ser amigo é não ser intriguista- Bruna

domingo, 10 de janeiro de 2010

Vem aí o Zé das Moscas...

Há muito tempo, vivia no campo o Zé das Moscas.Chamavam-lhe assim porque não gostava de tomar banho e andava sempre rodeado de moscas.Cada vez que ele passava, as pessoas gritavam:
-Lá vai o Zé das moscas! Vê lá se tomas banho!
-Se vocês me pagarem a renda, já tenho dinheiro para tomar banho.
Foi então que uma velhinha o convidou para ir a sua casa tomar banho,pois compreendeu que ele era muito pobre.
-Essa velhinha não tinha ninguém,por isso, pediu-lhe para ficar a jantar.Enquanto conversavam,ao jantar, sobre a vida deles, descobriam que eram parentes, pois a velhinha tinha perdido um neto há muito tempo. Muito emocionada a avó quis que ele ficasse a morar com ela.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

CRESCER OU NÃO CRESCER?

Alexandre: Eu prefiro ser criança, porque assim não me prendem se fizer asneiras ou se tiver um acidente de carro.

Nuno: Eu cá prefiro ser criança para brincar, estudar e jogar futsall e ter muitas "damas", mas quando crescer quero ter uma casa com tudo, principalmente com piscina.

Nelson: Eu não quero ser adulto, porque depois vêm as despesas. Quero continuar a ser pequeno, porque assim posso continuar a brincar com os meus colegas.
Pedro: Eu não quero ser adulto, porque os adultos não podem fazer certas coisas que os jovens fazem.

Isabel: Ser jovem é super-bom, para viver a vida ao máximo, poder viver a vida sem pensar nas coisas que vão acontecer amanhã, ser aventureira... Mas ser adulta, permite-me trabalhar, ter uma casa, poder comprar as "cenas" que quero sem precisar de pedir...enfim ser independente. Quando for adulta vou lutar pelos meus sonhos. Às vezes, quero ajudar os meus irmãos e não sei como, mas acredito que mais cedo ou mais tarde vou conseguir.
Amilton: prefiro ser jovem, para aproveitar bem a vida. Os adultos só pensam em trabalhar e na família.
Enquanto for jovem, vou aproveitar a vida.
Bruna: Eu prefiro ser criança, porque gosto de tudo o que as crianças fazem: brincam, passeiam, divertem-se...Mas também gostava de ser adulta, para ajudar a minha mãe e ter a minha própria vida.
Ana: Por um lado, não tenho pressa de ser adulta porque estão sempre preocupados e não têm muito tempo para se divertir.
Por outro lado, quero ser adulta para ter as minhas coisas e não ter os meus pais a controlar-me.
Luís:Eu não quero ser adulto porque quero aproveitar os meus amigos, mas quando for grande vou viajar muito, conhecer terras longe.
Vou comprar uma casa e cuidar dos filhos e trabalhar. Só é pena os adultos envelhecerem e morrerem, pois acho que ninguém devia morrer.
Vou cuidar da minha família com muito carinho.
Ser criança é aborrecido porque tenho de chatear sempre a minha mãe, para lhe pedir coisas que não tenho, mas é bom para poder brincar.
Tiago: Por um lado gostava de ser adulto, para ter a minha própria casa. Mas por outro lado, prefiro ser adolescente porque não tenho tanta responsabilidade como os adultos.

pYzam Page Pets
FreeFlashToys Page Pets